Atendimento: (61) 3443-4444 / (61) 3443-6363 / (61) 3541-4443

Fazer sexo realmente melhora sua saúde?

A sexualidade é uma prática saudável com relevância legitimada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que reconhece a saúde sexual como um dos pilares da qualidade de vida.
Os benefícios da prática sexual para a saúde não são atrelados ao número de vezes que uma pessoa se relaciona sexualmente na semana ou no mês, a saúde sexual tem muito mais a ver com o prazer e com a qualidade da relação.

Os benefícios da saúde sexual

Alivia as dores: Durante a relação sexual, diversos hormônios e neurotransmissores são produzidos pelo cérebro. Um deles é a endorfina, um dos hormônios responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. A endorfina minimiza os efeitos de dores crônicas e agudas.

Protege o sistema cardiovascular: O ato sexual eleva a frequência cardíaca a um nível similar ao de uma atividade física moderada. A prática sexual regular aliada aos exercícios físicos contribui para diminuir a incidência de infartos e AVC em pessoas sem doença cardiovascular descompensada.

Melhora o sono: Após o ato sexual, especialmente após o orgasmo, o organismo feminino emite uma quantidade muito alta de neurotransmissores que promovem relaxamento físico e mental. A sensação de bem-estar e sonolência podem ocorrer imediatamente e promover um período de sono mais relaxante e reparador.

Combate a ansiedade e estresse: Os hormônios que são liberados pelo cérebro durante a relação sexual combatem o estresse. Além disso, especialistas têm provado que a autoestima desempenha um papel fundamental no desempenho sexual.

Fortalece o sistema imunológico: A prática sexual saudável também aumenta em até 30% os níveis de imunoglobulina A no sangue, estimulando o sistema imunológico e auxiliando no combate contra infecções de um modo geral. Mas o sexo sem o uso do preservativo coloca a pessoa em risco de adquirir uma infecção sexualmente transmitida (IST).

Dicas para uma vida sexual saudável

Para aproveitar todos esses benefícios para a saúde sexual, que vão muito além do prazer, é preciso que as práticas e relações também sejam saudáveis. Problemas de saúde e no relacionamento têm um impacto direto nas relações sexuais.

1. Converse com o parceiro: O afeto e a afinidade emocional são fundamentais para a sexualidade principalmente da mulher. Não tenha medo de conversar com o seu parceiro sobre o relacionamento de vocês. O diálogo e a boa comunicação são a chave do sucesso para qualquer tipo de relacionamento. Não tenha medo de expor as suas ideias, deixe claro o que você pensa, o que você gostaria de testar e descobrir e, principalmente, ouça o que o outro tem a dizer. Às vezes, você acaba descobrindo que ambos possuem muitas curiosidades em comum, e nada é mais gostoso e saudável do que compartilhar essas semelhanças e descobrir novas possibilidades dentro da relação.

2. Alimente-se bem: A alimentação não apenas te dará energia, mas também com alimentos que podem aguçar os seus estímulos sexuais. Alimentos ricos em gorduras boas como o abacate, oleaginosas e peixes, melhoram a circulação sanguínea e proporcionam uma ereção mais duradoura. Alimentos ricos em proteínas melhoram a produção de testosterona, aumentando a libido tanto em homens quanto em mulheres e estimulando o apetite sexual.

3. Pratique exercícios físicos: Atividade física é uma das práticas essenciais da boa saúde. Com relação ao sexo, além de potencializar o seu desempenho, a prática regular de exercícios estimula a produção de feromônios e hormônios sexuais. A tendência é que você sinta mais prazer nas relações.

4. Consulte um especialista: Consultar-se com um ginecologista ajuda você a entender melhor o seu corpo e a receber dicas importantes sobre a sua saúde sexual.

Gostou do artigo? Tem interesse em saber mais? Entre em contato e não deixe de acompanhar meu blog.